5 dicas para acabar com a ansiedade

dicas para acabar com a ansiedade

As doenças mentais já são consideradas as doenças do século onde os números não param de aumentar e as consequências são severas. Dados da Organização mundial da saúde apontam que mais de 260 milhões de pessoas ao redor do mundo apresentam algum tipo de saúde mental.

 A pandemia do coronavírus só fez esse número aumentar e provavelmente os próximos dados serão assustadores.

O Brasil é considerado pela OMS, o país com mais pessoas com crises de ansiedade, e pessoas que precisam de algum tipo de tratamento para saúde mental, o volume chega a 86% da população, ou seja 182 milhões de brasileiros sofrem em maior ou menor grau de problemas mentais. 

Uma forma de lidar com isso é mantendo hábitos saudáveis que podem ajudar no processo. Afinal de contas, o que é ansiedade?

O que é a ansiedade?

A ansiedade é um sentimento natural humano, todos nós sentimos ansiedade em diferentes momentos e por diferentes motivos, a diferença dela se tornar uma doença ou um transtorno mental que pode atrapalhar sua vida é a intensidade e a frequência desse sentimento na sua vida.

Isso quer dizer que uma vez ou outra você vai sentir ansiedade e isso é normal, como por exemplo ao participar de uma reunião importante, falar em público ou pedir aumento de salário para seu chefe. 

No entanto, quando o sentimento de ansiedade fica tão frequente ou forte o suficiente para mudar as ações dessa pessoa, atrapalhando sua concentração e prejudicando seu dia a dia, existe algo mais sério a se observar.

Os sintomas clássicos são o coração e a respiração ficam acelerados e normalmente a respiração se torna bucal rapidamente, estamos em estado de alerta, e para muitas pessoas o pensamento deixa de ficar claro e o suor pode marcar presença, como sensação de falta de ar, aperto no peito, tremores ou pensamentos negativos. 

Para aliviar os sintomas característicos é fundamental adotar algumas estratégias que relaxem e acalmem, tanto sua mente como também seu corpo e músculos.

Vamos dar agora diversas dicas para que você possa entender melhor suas emoções e sem dúvida aliviar os sintomas da ansiedade. Vamos lá!

  1. Dormir bem

Dormir bem provavelmente é o hábito mais negligenciado hoje em dia e ele tem um papel fundamental na melhora, não só da ansiedade, como do seu bem estar porque recupera seu cérebro de todas as funções desempenhadas durante o dia estressante além de recuperar o físico também.

Para que o sono seja realmente restaurador é importante que você tenha uma rotina de sono, onde vai dormir e acordar na mesma hora todos os dias, inclusive no fim de semana. 

Não menospreze essa dica, ela pode realmente melhorar significativamente seu sono. 

Outro hábito que você pode adotar para diminuir a ansiedade é dormir sempre no silêncio e no escuro, e evitar a todo custo televisão ou celular perto da hora de dormir para que não ative demais seu cérebro, assim evitando insónias.

  1.  Respirar profundamente

A respiração é uma arma poderosa contra a ansiedade, tanto no longo prazo, como para aliviar uma crise imediatamente. 

Existe uma técnica que os Navy seals usam antes de  fazer uma missão que você pode usar. Se chama respiração 4-4-4-4 por 4, ou o nome mais comum é a box breathing.

  • passo 1- sente em um lugar confortável e feche os olhos
  • passo 2- ligue o temporizador por 4 minutos
  • passo 3 – feche os olhos e inspire durante 4 segundos
  • passo 4 – retenha o ar durante 4 segundos
  • passo 5 – expire durante 4 segundos
  • passo 6 – mantenha o pulmão sem ar por 4 segundos
  • passo 7 – repita esse processo até o temporizador tocar

As técnicas de respiração também podem ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade e promover o relaxamento e ainda podem ser feitas todos os dias ou apenas quando tiver os sintomas.

3. Usar óleos essenciais

Óleos essenciais junto com a aromaterapia é uma técnica que utiliza substâncias naturais para ativar determinadas áreas do seu cérebro e com isso liberar substâncias que podem aliviar sua ansiedade. 

Cada óleo essencial tem uma propriedade única e os efeitos são imediatos. Como cada um dos óleos essenciais têm uma propriedade diferente, encontrar o melhor é fundamental para seu caso.

4. Praticar atividades que promovam o bem-estar

Algumas atividades podem ajudar no combate à ansiedade liberando substâncias que promovem o bem estar físico e mental. 

Exercício físico, sem dúvida é uma atividade muito importante por descarregar toda a energia acumulada enquanto faz sua mente ‘’esquecer’’ dos problemas que geram ansiedade, servindo desde uma caminhada ou corrida ao ar livre. 

O recomendado é que você faça qualquer atividade que você goste, procure atividades como andar de bicicleta, fazer uma trilha, academia ou um treino funcional. 

A questão principal aqui é se mexer,de preferência com atividades que gerem prazer, assim potencializando seu efeito.

5. Encontre um hobbie ou uma atividade que curta muito

Um hobby é uma atividade que traga interesse e relaxamento enquanto a prática. Cada pessoa tem seus gostos e seus interesses, por isso, esse item é muito pessoal. Os hobbies podem variar desde ler um livro, aprender algo novo, pintar um quadro ou até pilotar um drone. O mais interessante dessas atividades é que você vai se dedicar a elas por puro prazer e interesse, por exemplo: pilotar um drone, é importante que você faça um curso de piloto de drone, saiba os melhores drones de 2022 e etc.

Caso ainda não tenha encontrado o seu hobbie, separe algum momento do dia ou da semana para fazer algo que você goste muito.  Veja no youtube ideias, veja o que as pessoas fazem que te interessa, aqui não existe regra, a regra é você ter um momento de prazer e relaxamento, que é extremamente valioso numa vida estressante como a que temos hoje em dia.